quarta-feira, 30 de março de 2011

Aposta



    Verdade,



    é difícil dizer o que se pensa,

    o que realmente se pensa,

    que seja ordinário,

    ou apenas digno,

    sem idade,

    apenas fases.

    Nunca há tempo,

    tudo bem,

    que seja efeito,

    o que for necessário,

    não o justo,

    como tudo na vida,

    não há culpa,

    e uma coisa leva a outra,

    e assim se vai,

    mais uma rodada.

    4 comentários:

    brunabarievillo disse...

    Mt bom. Poesia simples, repleta de sentido, gostosa demais de ler.

    Jéssica Amâncio disse...

    e assim vai, mais uma vida se passa.
    gostei.

    Anônimo disse...

    Cara, amei este seu blog... voce disse tudo o que eu tento dize neste poema

    marcelo disse...

    Obrigado! Sempre bom receber elogios! Motiva voltar a escrever!