quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Homenagem ao mestre Carlos

Citarei outro mestre e "amigo". Carlos Skliar. Tive um seminário sobre Derrida com ele, além de ter participado da minha banca de defesa na proposta de mestrado. Recomendo fortemente seu livro, "pedagogia (improvável) da diferença. E se o outro não estivesse aí".

"E digo: diante de um aparente novo nome, a perplexidade. Não o costume, não a docilidade.
Diante de uma aparente nova mudança, a desconfiança. Não a metástase e sim, em todo caso, a metamorfose.
Diante de uma aparente nova promessa, o desassossego. Não a total compreensão, não sua burocracia.
Diante de um movimento aparente, outra vez a perplexidade. Não o hábito incorpóreo. Não sua ordenação".

8 comentários:

Luciane disse...

Hey, feed the blog, MF!!!

marcelo disse...

Olha! Tá difícil! Não estou gostando de nada que escrevo. Não ando muito atento ultimamente. Vai ter que esperar sista! Beijo!

Nádia Lopes disse...

oi, Marcelo...será esse não gostar de nada um momento lagarta???
Tomara...te espero cor e vôo fora do casulo!
beijo-saudade

Franzinha disse...

É, Marcelo. Respeite o momento e se dê um tempo. Vai surgir mais brilhante logo ali.

marcelo disse...

Certamente é um momento encasulado Nádia! Mas uma hora eu volto! espero que tu espere mesmo! Beijo! :)
Valeu Franzinha! Vamos torcer! daqui um pouco eu volto a lutar contra a folha branca!

Fale com ela disse...

Volta, Marcelo!

marcelo disse...

Não consigo! Paralisei a escrita. Não sei se é fase de reabastecimento, fase de viver e descansar mais. Talvez seja apenas algum problema com setembro. Me espera, acredito que logo volto. Beijo!

Ponto de Vista disse...

Oi Marcelo,
deixei uma resposta para você no bsbviewpoin@blogspot.com.
Desculpas pela demora.

Abraço!
Gisele