segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Catando denúncias

Procuro um indício de calor,
alguma faísca involuntária do olhar,
um aceno franco à oeste dos lábios,
uma fenda no sistema imunológico egóico,
um sopro na aorta,
um tropeço da zaga,
a coceira na nuca,
evasivas do vento,
coisas de museu,
raridades arqueológicas.
Humanos desreplicantes.
Descomplicantes.

6 comentários:

Kenia Cris disse...

Você está com a corda toda hoje hein?! Lindo e forte demais esse poema. Eu também tô querendo um ser humano descomplicante - será que a gente encontra isso no planeta Terra?!

Meu melhor abraço pra vc!

marcelo disse...

Fim de semana triste dá nisso Kenia! :)
Brigado pela companhia constante!
Abraço pra ti!

Wania disse...

Marcelo querido!

Mesmo sendo o resultado de um final de semana triste, a poesia ficou linda!

Todo mundo clama por descomplicantes!!!!!


Tô saudade,
Bjão

Nádia Lopes disse...

Bendito final de semana mal-dito!
Marcelo concordo com a necessidade dos descomplicantes e de jogar evitando o W.O...mas haja força pra encarar os medos e rejeições, viver é um perigo, principalmente aos domingo...ahahahha
beijo

Luciane disse...

nossa..amei isso

~ Paranóica ~ disse...

Pense pelo lado bom. O resultado do seu final de semana triste torna o nosso um pouco mais feliz.
Isso foi um tanto egoísta mas é verdade :s

beijos.