quarta-feira, 22 de julho de 2009

Quase esperando sempre

A espera veio brindar nossa pele,
parecendo estacionar os desastres,
cobrindo fraturas e percalços ilhados,
entendendo o despropósito arquitetado das quedas sofridas.
As arenas agora parecem estar esvaziando,
fantasmas encarnando adeuses,
somente eu, ela, música e sincronicidades,
hipnose mútua,
revirando estações,
terça brincando de sábado,
sopro de primavera no inverno,
dedilhando indícios de felicidade.

6 comentários:

Luciane disse...

Terças brincando de sábados... que coisa linda. Que indício de uma felicidade tão esperada, tão merecida, tão construída...
Adorei, mano!

Luciane disse...

Adorei a nova cor de fundo...MUUUITO melhor! Bjo!

marcelo disse...

Ficou beeem melhor né?!! Também achei! Demorei para mudar, não havia me dado conta! Brigado pelos coments sista!!

Wania disse...

Ahhh... como a felicidade sabe ser inspiradora!!!!!
Lindo ,lindo, lindo!

Que agosto seja SETEMBRO pra ti!!!!!


Bjão cheio de saudade!

Wania disse...

Ia esquecendo, Marcelo...

As "maçãs" se sobressaem mais nesta tua nova de cor de fundo...rsrsrs!
Belo e fértil pomar!!!

Agora fuuuuuiiii...

Jéssica V. Amâncio disse...

leve.. lindo.